MGS no ranking das maiores companhias do Brasil


MGS no ranking das maiores companhias do Brasil

16/11/2015 10:49


A MGS – Minas Gerais Administração e Serviços S.A. foi classificada em 702º lugar no ranking das 1.500 maiores companhias do Brasil, em levantamento do jornal O Estado de São Paulo, em parceria com as equipes da Fundação Instituto de Administração – FIA e da Broadcast da Agência Estado. O resultado foi publicado na revista Empresas Mais, por meio de um estudo que estabeleceu as empresas que mais impactam positivamente os segmentos que atuam, de maneira coerente e consistente, de acordo com a publicação.

 

Os dez primeiros lugares ficaram, pela ordem, com a Petrobras (química e petroquímica); JBS (alimentos e bebidas); Vale (mineração e cimento); GPA (varejo); Ipiranga Produtos de Petróleo (atacado e distribuição); Braskem (química e petroquímica); Raízen Combustíveis (atacado e distribuição); Gerdau (metalurgia e siderurgia); Cosan (utilidades e serviços públicos) e Ambev (alimentos e bebidas). A MGS foi classificada no setor serviços.

 

Para chegar a esse resultado, foi desenvolvida uma metodologia exclusiva que analisa as empresas em quatro dimensões financeiras – receita, lucratividade, porte e consistência histórica dos resultados. Isso permitiu definir com confiança aquelas que mais impactam em seus respectivos setores, conforme explica o editorial da publicação.

 

Dessa forma, a partir de uma base de informações financeiras de cerca de 5 mil empresas que fazem parte do banco de dados da Boavista Serviços, os editores do ranking analisaram todas as companhias e chegaram às 1.500 maiores. Segundo os organizadores, o resultado dessa análise é inédito, combinado com mais de 100 entrevistas realizadas com presidentes e diretores de empresas, consultores e analistas de mercado. “A riqueza de informações, tanto sobre o momento econômico de cada setor como sobre as melhores estratégias utilizadas para driblar a crise, é enorme e traz preciosos insumos para executivos e empresários dos mais diferentes segmentos da economia”, atestam os editores da publicação.

 

 

MGS Assessoria de Comunicação Organizacional - Créditos das Imagens: Paola de Castro